Bem-vindo
Acreditamos no consumo responsável de bebidas alcoólicas.

Este site destina-se a pessoas com idade legal para o consumo de bebidas alcoólicas. Ao entrar no website da Sogrape Distribuição, confirma ter a idade legal para o consumo de bebidas alcoólicas, de acordo com a lei em vigor no país de acesso ao site.

Sim
Não
Wine in Moderation

Seja responsável. Beba com moderação.

Notícia

O Novo Série Ímpar é um Branco de Curtimenta

Ler notícia

A série de vinhos de inspiração, originais e únicos da  Sogrape acaba de apresentar um branco de curtimenta. O novo Série Ímpar é assinado por Luís  Sottomayor e prima pela excentricidade da maceração pelicular. 

São já vários os episódios que compõem a Série Ímpar da Sogrape: duas edições de Sercialinho – um  branco da Bairrada que dá palco a uma das castas mais raras de Portugal, o Retorto – igualmente  branco e com origem em vinhas velhas da Serra de São Mamede, em Portalegre, e o Solitário – vinho  ousado que nasce tinto numa região célebre pelos seus brancos, Bucelas. Agora chega o 4º episódio,  numa estreia de Luís Sottomayor nesta série que surgiu de um desafio lançado por Fernando da  Cunha Guedes às equipas de enologia da Sogrape em Portugal. A premissa foi, desde sempre, dar  asas à imaginação, à criatividade, à vontade de fazer diferente neste admirável mundo dos vinhos. E  todos os enólogos até aqui a cumpriram com sucesso. 

Série Ímpar Curtimenta reúne atributos que, por um acaso, se cruzam com o número 3. Ora, estamos  perante um branco com origem em três quintas da Sogrape no Douro, cada uma localizada numa das  três sub-regiões. Não ficando por aqui, é um vinho de lote, mais concretamente de três colheitas, e  que conta com três castas – Alvarinho, Arinto e Viosinho – fermentadas em três barricas de carvalho,  separadamente. 

Numerologia à parte e passando à história, Luís Sottomayor e a sua equipa de enologia do Douro  encontraram inspiração num conjunto de parcelas entre os 450m e 650m de altitude, parcelas essas  plantadas com as castas protagonistas deste novo vinho e que reuniam um enorme potencial para  curtimenta. Este é um processo de maceração pelicular comum em tintos e que consiste no contacto  com as películas e grainhas. Quando utilizado em brancos, dá origem a vinhos mais encorpados,  extraídos e com volume. 

Cada barrica acolheu a vinificação de uma casta da respetiva origem – o Viosinho da Quinta do  Cavernelho, Baixo-Corgo, o Arinto da Quinta do Sairrão, Cima-Corgo, e o Alvarinho da Quinta do  Castanheiro, Douro Superior. As colheitas que compõem o lote são de 2017, 2018 e 2019 e estagiaram  entre 9 e 33 meses em barricas (500L) de carvalho francês usadas.

“O lançamento de um novo Série Ímpar é sempre vivido com entusiasmo, pela ânsia de saber o que aí vem e pelo  efeito surpresa no momento de provar a nova criação. É extraordinário constatar que não há mesmo limites à imaginação e que, com aquilo que a natureza oferece, os nossos enólogos conseguem produzir vinhos fantásticos, diferenciadores e de enorme qualidade”, afirma Fernando da Cunha Guedes, Presidente da Sogrape.

Para Luís Sottomayor, “Criar um vinho como o Série Ímpar Curtimenta é uma oportunidade para mostrar,  uma vez mais, a excelência de uma região como o Douro”. E sobre o que o torna diferente, comenta: “É a  qualidade e o facto de ser um vinho que resulta de um lote de três anos diferentes, que lhe conferem complexidade  e harmonia.” 

O novo Série Ímpar já está disponível no mercado em garrafeiras, lojas da especialidade e restauração  de topo. A par deste lançamento surge também um website, sendo agora possível conhecer melhor as  respetivas histórias e enólogos dos Série Ímpar já lançados: serieimpar.com/pt.  

Série Ímpar Curtimenta 
Quantidade produzida: 2.047 garrafas 
PVP recomendado*: 75,00€ 
*indicativo e não vinculativo